10.27.2009

one more cup of coffee

One more cup of coffee for the road.
One more cup of coffee for I go
Bob Dylan







ela acordou de um sonho, literalmente. sonhou que era groupie de alguma banda de rock , algo assim. ela não lembrou bem do sonho, mas ele a fez pensar na vida. ela não gosta de reclamar, ela gosta do que faz, tem amigos suficientes pra lhe fazerem feliz, tem um gato chamado Dylan, mora sozinha num apartamento com paredes cheias de pseudo-quadros de filmes que ela ama, tem um carro que vive dando o prego, mas ela não consegue se desfazer dele, porque foi seu avô que deu, e tem um valor sentimental gigante. ela tem a discografia em vinil da madonna, do led, dos beatles e foi a show da diva com seus amigos gays lindos que a acham linda, e a fazem sentir a mulher mais incrivel do mundo, ainda que ela não seja. e de pouco em pouco, ela tem muitas razões pra acordar e sorrir pro sol.

honestamente, só lhe falta mesmo na vida um amor de cinema, meio blues, com aquele charme meio chico-buarque, alguns quilos a menos, e uma máquina de café expresso, e money, very money.

quando ela acordou do sonho, ela tomou seu café coado, pensando no quanto ela sempre foi sonhadora. lembrou que quando menina achava que o céu era perto. é que ela sempre colecionou amores platônicos por rockstar's. o primeiro poster na porta do seu guarda-roupa foi o do seu maior amor de todos: Lennon. ela colecionava tudo dos reis do iê-iê-iê, mas aí ela ficou dividida entre John e Paul, e resolveu continuar apenas como fã dos Beatles, nunca iria dar certo mesmo. então veio o amor súbito por Robert Plant, e era com ele que ela queria passar o resto dos seus dias. mas ela só tinha 15 anos, e muitos amores vieram depois dele. logo depois ela se apaixonou pelo Mike Patton, e imaginava cenas tórridas de amor com ele, até que um dia ela o esqueceu, pois se apaixonou por um garoto de verdade. ela passou da fase de se vestir como uma hippie do séc.21, e parou de sonhar com os rockstar's. a vida real chegou, e ela se tornou uma viciada em café, sexo, cigarros, e se tornou cybercompulsiva, daquelas que não vive sem um computador. não sai de casa sem sua máquina fotográfica e nem sem o mp4, porque mesmo sabendo que nunca teve chances com o Plant, nem com o Mike Patton, e nem com o
John, ela os escuta todos os dias, imaginando que pelo menos uma das canções poderia ser pra ela. ah, ela ainda sonha né? lá no fundo, ela ainda acha que nasceu na época errada. ela[parafraseando uma canção de zeca baleiro]costuma dizer que ela é do tempo em que as atrizes tinham alma, do tempo em que jornal de domingo se lia no domingo, do tempo em que até os canalhas choravam, do tempo que os homens mandavam flores e abriam a porta do carro, do tempo que os bandidos eram gangsters elegantes, e ladrões eram charmosos, do tempo que love love love era uma mensagem de amor dos Beatles, e que groupies eram garotas blues, apaixonadas por rock. e depois de grande, ela fez uma grande amiga, que também sonhava com rockstar's, e ela ficou feliz por saber que não era a única.




e é assim que ela lembra de si mesma.


- Ei, doutor, o que há de errado
Em gostar de escutar os meus discos dos beatles?!?
Não vejo nenhum problema nisso.
- Bem, garota, não é um mistério,
Seu distúrbio é um caso sério e esquisito.
Receito tratamento imediato.
Na,na,na,na,na,na,na,na...
Faichecleres








-

29 comentários:

  1. não que ela tenha problema ou coisa semelhante. ela só é diferente de todas que conheço.
    eu acho que nasci na época certa :)
    e não saiu da casa sem fones nos ouvidos, assim como ela :B

    beeijas luna ;*

    ResponderExcluir
  2. "honestamente, só lhe falta mesmo na vida um amor de cinema, meio blues, com aquele charme meio chico-buarque, alguns quilos a menos, e uma máquina de café expresso, e money, very money." todos nós queriamoos isso nn é ? Bela definição do desejo humano ;)
    Bjoos =* e obrigadaa por seu coment.

    ResponderExcluir
  3. o amor anda por aí, cinéfilo ou não, ele paira no ar, é só respirar.

    ResponderExcluir
  4. Olá,

    Adorei seu blog. A formatação, a ilustração, e os textos. Estou voltando a me dedicar mais aos meus blogs agora e vou começar a ler mais o que os outros "escritores" têm para escrever.

    beijos,
    e até o próximo post

    ;-)

    ResponderExcluir
  5. " O real chegou, e ela se tornou uma viciada em café, sexo, cigarros, e se tornou cybercompulsiva, daquelas que não vive sem um computador. não sai de casa sem sua máquina fotográfica e nem sem o mp4,..."
    haha adoorei o texto, as vezes parece que ao inves de nascer no tempo errado eu tenha nascido no lugar errado, mas acho que isso muitos sentem, haha XD

    ResponderExcluir
  6. Que pena que era sonho hein ??
    Eu também sempre fui meio assim também , meio loka por rockstar , acho que até hoje sou meio assim rsrsrsrsrsrsrs...
    dos mais antigos, viajava nas letras e pirações do Jim Morrison , e os que me fazem suspirar até hoje e parecer uma abobada e bono vox e o vocalista do pearl jean ui ui ui ui ...
    AFF amiga melhor eu parar de falar das minhas pirações ...
    bjussssss

    ResponderExcluir
  7. E o mais legal foi que ela aprendeu a escrever com bossa, com delicadeza, ao som de canções que quem lê nunca ouviu, mas entende todo o sentido que podem ter. Um brinde a você, com café :*

    ResponderExcluir
  8. Ele...bem para ele faltava money,muito money baby...

    ResponderExcluir
  9. E agradecendo: pelo vôo nos meus ares e pelos elogios {que muito me deixam feliz - lay nova!! hehe}. Volte sempre ;)

    ResponderExcluir
  10. É Bons tempos... ( falou meu eu velho velho velho, nesse corpo de criança kkkk )...

    Grande abraço! moça que Dança!

    ResponderExcluir
  11. Que coisa né... Também tive um sonho que me fez pensar na vida hoje. Meu sonho foi muito bom pra mim: Tinha um fusca branco, um show de rock, um beijo inusitado e um abraço muito bom!
    Foi sonho impossivel de se realizar. Primeiro pq nao dirijo e segundo que a pessoa beijada NUNCA vai me beijar novamente, muito menos me abraçar. Rs

    ResponderExcluir
  12. sou tipo esse médico aí.
    gosto de beatles, não.

    ResponderExcluir
  13. Ela não é diferente, estranha, ou qualquer coisa do tipo...
    Ela é ÚNICA.

    Beijo carinhoso.
    ^^

    ResponderExcluir
  14. Eu costumava acreditar em contos de fadas. E a vida me ensinou que eles são apenas estórias. Mas palavras como as que você escreve, bem, nos fazem continuar acreditando nos contos de fadas.

    ;)

    ResponderExcluir
  15. Essa descrição me leva a imaginar uma pessoa feliz e de bem com a vida e cosigo mesma. Um abraço e boa sorte na busca do amor.

    ResponderExcluir
  16. honestamente, só lhe falta mesmo na vida um amor de cinema, meio blues, com aquele charme meio chico-buarque, alguns quilos a menos, e uma máquina de café expresso, e money, very money.





    EU!

    ResponderExcluir
  17. Olá!

    não há problema algum, seja sempre benvinda ao meu blog! Também achei seu blog interessante!

    Beijo,

    ResponderExcluir
  18. Lembrei um tanto de mim, mais adolescente, apesar de ainda ter um pouco disso.
    Bem legal esse jeito dela.

    Café, música... vícios em comum xD

    Beijos, Lu!

    ResponderExcluir
  19. Luna, simplesmente maravilhoso.

    Me identifico com seu gosto. Eu amo Beatles e Lennon mais ainda, e gosto do som dos anos 90, Faith No More também, pretendo até ir no show que vai ter aqui em São Paulo no dia 07 de novembro.

    Adoraria ter um cão chamado Dylan ou Lennon.

    Parabéns
    Beijo

    ResponderExcluir
  20. hahahaha então Luna, comentei porque no seu texto tem o fusca e sonhei com dito cujo, e o show tb, achei muita coincidencia! a pessoa que beijei infelizmente nem fala mais comigo! rsrs Não é vc definitivamente, pq agente se fala né! rsrs

    ResponderExcluir
  21. lindo....precisamente tocante...acordar de um sonho e lembrar dele é complicado...pois rever alguns sonhos pode ser aterrorizador...

    http://guilg7.blogspot.com/

    vlw

    ResponderExcluir
  22. Somos o que queremos ser.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  23. Depois de ler o texto notei que não sou a unica,confeso que não sou hiper mega master fã dos Beatles mas os admiro...e tenho um pouquinho desses amores dela.

    ResponderExcluir
  24. Otimo texto Flor
    ela me lembra alguem...rs
    teu blog ta lindo!
    ops jah falei isso milhoes d vezes...rs

    Bjooo Flor!!

    ResponderExcluir
  25. Mudou a lay, Luna? Ficou ótimo! Fico muito feliz com seus vôos pelo meu espaço, e pela gentileza dos comentários e elogios. Estou adorando isso aqui, Parabéns! E ObrigadA!! Bjinhos e muita felicidade pra ti :*

    ResponderExcluir
  26. Putz!
    Eu que adorei!!!
    Então vamos trocar figurinhas?
    Um prazer recebê-la por lá..
    E o brigada pelas palavras de impacto e levanta moral!
    Ameiiii!
    beijos
    Vou te linkar
    Faxina

    ps: Não sou eu nas fotos não..Pena..hahahaha

    ResponderExcluir
  27. Nem diferente, nem estranha. Especial como o seu modo de olhar a vida.
    Gostei muito!
    Beijos!

    ResponderExcluir

- me concede uma dança?

Baila Comigo está protegido por uma Licença Creative Commons. Credite.

Licença Creative Commons