10.06.2009

lovely way to burn



- bobeou na crença principe...volta a teu posto de lenda. - Céu.






eu podia te escrever uma canção. podia ser um pouco bossa. talvez um rock. ah, mas você sabe, eu não sou boa co
m melodias. eu seria compositora de uma canção sem melodia e sem rimas. que idéia mais estaparfúdia a minha. isso faz sentido pra você? você sabe, eu só quero chamar tua atenção. então pensei em fazer uma canção. talvez eu falasse de cores . de cores que vejo desde o dia que você entrou na minha vida. cores que agora tem nome , e que se fundem com o passar dos dias. matizes, contrastes, e entonações que deixam meu dia mais colorido. meu céu agora é azul turqueza com nuvens brancas borrifadas. as minha estrelas não são apenas estrelas. agora elas são goteiras do telhado de deus. e o que me intriga, é que mesmo sentindo dentro de mim uma apoteose de acordes afinados, não me sinto capaz de te escrever uma canção. a verdade é que eu só consigo pôr pra fora o meu desassossego que o desejo pelo teu beijo me causa. metade de mim é desassossego. a outra é loucura. e você sem querer me mantêm num eixo que eu desconhecia. você tem nobreza de caráter e uma fofura na alma. você me instiga a tomar decisões deliberadamente. logo eu, que sou tão confusa. sou apenas uma garota que acha que sabe das coisas porque escreve meia dúzia de palavras bonitas. e que se acha capaz de escrever uma canção, só pra chamar um pouco da tua atenção. ah meu bem, vou deixar de tolice. pois nem que você queira, eu vou deixar de querer ser assim tão tua. é assim, você nem me pede mas eu quero ir. é que eu acho que um beijo seu vai me levar as nuvens. eu não sei o que é isso. um bem-querer que nasceu não sei quando e às vezes dói não sei porque. se você me esclarece e tenta me proteger do teu perigo, como posso querer te condenar por não querer minha alma junto à tua, assim como quero a tua junto a minha? meu bem, se você me atinge com sua honestidade, não posso te condenar. como disse raul seixas...se você gosta de maçã, irá gostar de todas, porque todas são iguais. diz a lenda que amor só dura em liberdade, mas aí você chega pra mim com seus olhos verde-mar, lê nos meus olhos amendoados o quanto eu sou tua, e vê mais razões para ser meu do que não ser...ai ai, nem sei...só sei que sabemos que além de nós dois, existe mais. existem quilômetros. existe mar. existe razão. existe uma coisa que eu insisto em não ter: juízo. e se eu queria enlouquecer, essa é a minha chance, e a sua chance. você diz que sou seu belo erro de percurso, sou sua vida deliciosamente mal planejada, seu desvio na estrada. ah meu bem, e eu digo que você é meu maior atrevimento. o que você nao sabe, é que meu coração contorce-se todo tentando não exagerar. mas é inútil. estou fadada a pérpetua burrice dos que amam demais. o mal de quem ama demais é viver nesse desgosto constante. e com você eu sinto simultaneamente segurança, ternura, ansiedade e melancolia. mas sinto também o prazer mais perfeito que não deixa espaço pro tédio no meu coração. minha inquietude é secreta. e minha paixão sem propósito me consome silenciosamente e cruelmente. e isso soa tão doentio. não é? pois saiba que tenho a vã esperança de que você seja meu amor tranquilo. ainda que você não veja a luz no fim desse túnel. meu bem, eu não sei fazer canção pra chamar tua atenção. eu só sei escrever assim, ininterruptamente sobre tudo que eu sinto. me esforçando pra não usar meu linguajar desbocado, que você conhece bem. você sabe meu bem, que eu te quero demasiadamente. e não serão rimas, nem acordes, e nem uma melodia qualquer com uma letra melancolicamente romântica, que vão chamar tua atenção. não apareci na sua vida pra te trazer paz, estou mais para uma anti-heroína ultra charmosa, com saltos altissimos e afiados, inteiramente a seu dispor. e pra que fazer canção, se tenho as de elvis? que assim como você, me fazem queimar por dentro.






pra você:


I light up when you call my name, and you know I'm gonna treat you right, you give me fever...what a lovely way to burn...
Elvis Presley - Fever

24 comentários:

  1. Ai..Ai..! O amor nos deixa assim: Lindos.!

    Beijoooos Luna ta cada vez mais lindo vir aqui te ler.

    ResponderExcluir
  2. Sua delicadeza e sutileza me encantam!
    Lindo!!!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Eu já perdi as palavras para poder te elogiar... é tão lindo tudo o que escreve...

    Desta vez vou te ajudar....
    Olha esta daqui:

    Consumado – Arnaldo Antunes

    Tô louco pra fazer
    Um rock pra você
    Tô punk de gritar
    Seu nome sem parar

    Primeiro eu fiz um blues
    Não era tão feliz
    E de um samba-canção
    Até baião eu fiz

    Tentei o tchá tchá tchá
    Tentei um yê yê yê
    Tô louco pra fazer
    Um funk pra você

    E tá consumado
    Tá consumado
    Tá consumado
    Tá consumado

    Fiz uma chanson d'amour
    Fiz um love song for you
    Fiz una canzone per te
    Para impressionar você

    Pra todo mundo usar
    Pra todo mundo ouvir
    Pra quem quiser chorar
    Pra quem quiser sorrir

    Na rádio e sem jabá
    Na pista e sem cair
    Um samba pra você
    Um rock and roll to me

    E tá consumido
    Tá consumido
    Tá consumido
    Tá consumido

    Fiz uma chanson d'amour
    Fiz um love song for you
    Fiz una canzone per te
    Para impressionar você

    ...

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Teve uma vez que eu ouvi uma canção sobre uma garota que queria achar um cantinho quente na beira do rio, com um velho sol sábio se pondo e uma pedra gasta nos seus pés bonitos. Acho que foi no meio do verão.

    ResponderExcluir
  5. aaai, eu conhecia, nossa, como pude esquecer..rs.

    Fiz uma chanson d'amour
    Fiz um love song for you
    Fiz una canzone per te
    Para impressionar você...


    ai ai...

    ResponderExcluir
  6. Adorei o texto Luna e realmente no começo tb me lembrou bastante a música do Arnaldo.
    Parabéns pelas palavras! (adorei as referências músicais, Los Hermanos,Aerosmith,...).
    Valeu pela visita no dose!
    bjus

    ResponderExcluir
  7. Sabe quando a gente lê um texto sente a sinfonia de um blog e se pergunta: ' Como é que eu não achei um blog assim antes?'
    Foi o que aconteceu aqui...
    a melodia do blog invadiu minha alma,está linkada,to encantada com teu cantinho aqui.

    ResponderExcluir
  8. Luna não esquece de colocar tudo isso no papel a próprio punho, envelopar e mandar o correio entregar. Dá uma carta linda.

    ResponderExcluir
  9. Adorei! Ao contrario de alguém acima ñ achei nem sutil nem delicado, achei perturbador, ancioso, como alguém q quer agradar o grnade amor! Um tanto Sacarlett Johansson em algum Woody Allen! Adorei msm! Abçs!

    ResponderExcluir
  10. Lindooooooooooooooooo demaisssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss!

    PARABENS MENINA!

    ResponderExcluir
  11. Scarlett Johansson em algum Woody Allen.

    melhor comparação impossiveeeeel.

    ResponderExcluir
  12. A muito tempo que não vejo alguém falar de amor com tanta propriedade.E dói Luna,dói...

    ResponderExcluir
  13. Nossa, Luna, beijos imensos pra ti também! Obrigado pela visita. E com relação à esta beleza de postagem aqui, queria te dizer que acho que certas coisas perdem seu charme quando reveladas. Por isso, é muito melhor que teu amado descubra essas músicas todas dentro dos teus olhos.

    Jester!

    ResponderExcluir
  14. Menina,
    que declaração mais linda
    e intensa. Fiquei maravilhada,
    aprecio demais os entregues ao amor.

    Parabéns.

    *

    ResponderExcluir
  15. faça um punk! e jogue tudo para o alto!
    ai sim será a canção que sempre quis escrever!
    ótimo texto!

    ResponderExcluir
  16. "Quero chamar sua atenção com as pausas do meu violão"

    ai ai.. tb ando querendo chamar atenção..

    lindo texto, Luana.

    Beijos no coração

    ResponderExcluir
  17. e que mais se pode querer, senão o amor?
    dá pra sentir em cada palavra.

    beijos...

    ResponderExcluir
  18. tudo tão maravilhosamente lindo !

    ResponderExcluir
  19. Voltei! Dança comigo?!

    Nesta volta, eu trago comigo .epa .samba >< .marli .lixa x: ......

    Vc sabe, né?! - risos

    Bjão

    ResponderExcluir
  20. - Cada Dia Mais Encantada CoM sUA Forma de expor. sentimentos
    Sutileza Levesa e ao mesmo tempo "séria"

    Dançar Um Poquinho Mais em Sempre Quero
    Adoro ti LER;)

    ResponderExcluir
  21. Boa noite Luna,

    Me identifiquei com o que escreveu pq quando meu apaixono sou exatamente assim também. Pra quem acredita que apenas as mulheres são assim eu digo que não, pois eu tb sou assim.

    Acho que exagero atrapalha em qualquer relação, mas acredito que quando as duas partes estão dispostas a dar e receber tudo dá certo.

    Sonhar em demasia faz bem. Mas sempre sabendo voltar pro chão quando necessário.

    Beijos

    ResponderExcluir
  22. eu prefiria ñ sentir o que sinto, assim doeria menos.
    bjs

    ResponderExcluir
  23. pra que rimas e melodias?
    Vc já fez a canção.

    ResponderExcluir

- me concede uma dança?

Baila Comigo está protegido por uma Licença Creative Commons. Credite.

Licença Creative Commons