9.07.2010

haja paciência

sabe aquela sensação de que enquanto mais a gente tenta relaxar mais a gente sente a pressão aumentar? pois é. ando sem um pingo de paciência, tentando concentrar mais energia no trabalho e nos estudos. tem me faltado perseverança, eu sei. preciso repensar minhas idéias. dinamizar meus projetos. potencializar meus impulsos de renovação. estudar novas estratégias para ficar rica. conviver com mais criatividade. estudar mais. ler mais. viajar mais. espantar essa inércia mental. dá um basta nessa estagnação tediosa! virar o mundo do avesso, sei lá,  é  que tá tudo tão sem romance, e sem romance, pra mim não dá. o trabalho tá sem graça, e na esfera afetiva as coisas estão devagar quase batendo o motor né? haja paciência. já segui conselho até de horóscopo. mirei na minha vida profissional, busquei novos caminhos e oportunidades. esqueci essa história de relationchip e me joguei nas diversões fáceis e sem futuro. me deliciei com coisas belas e sujas e abraçei todos os bueiros que me ofereceram afeto. relativizei todos meus problemas, e quando a mulherzice começa eu penso: o que são meus problemas diantes de tantas mazelas sociais? minha vida é linda, eu posso usar mini saia, dançar até o chão, beijar um cara que mal conheço, beber até ficar moderadamente insensata, enquanto as mulçumanas usam burca e são oprimidas pelos maridos. porque estou reclamando? enquanto crianças passam fome no camboja, eu como sushi vendo salt, novo filme da jolie. é, a coisa tá assim, bem dramática. eu tentando me transformar num ser humano mais altruísta, e feliz de fato, sem ninguém pra amar. todas as noites durmo de costela com meu poodle chico, ouvindo janis joplin cantar woman left lonely. e pra não cansar mudo pra versão da cat power. eu não estou deprimida, estou apenas sem paciência pra  solidão, sem paciência pra muito trabalho e pouca grana, e mais ainda pra girls just wanna have fun. meu sonho agora era herdar uma fortuna inimaginável, trabalhar só por prazer, adotar um cabojano, e ter alguém lindo que nem elvis cantando pra mim, bem no pézinho do ouvido, love me tender. love me sweet. never let me go.

estou cansada de estar cansada de esperar o novo.

22 comentários:

  1. Compartilho a mesma sensação...
    Vontade misturada a impotência, aliada a falta de paciência que se juntam com os desejos de tantas mudanças. Desejos que perambulam em nossos sonhos todas as noites nos deixando mais e mais impacientes e cansadas.
    Te entendo completamente.

    ResponderExcluir
  2. de fato, haja paciência.! '-'

    beijas, lu :*

    ResponderExcluir
  3. Na dança da vida o segredo é ir vivendo. Uma hora a gente se depara com o que mais gosta, com o que nos atrai, ou com o que nos causa pavor. E assim, vamos moldando nossa coreografia. Vivendo, apenas vivendo.

    ResponderExcluir
  4. Luna, você provoca reflexões muito profundas hahahaa

    As vezes pode ser pior.. estar tudo indo bem e você pensar: Por que será que não estou feliz? Deus perdoa-me pela eterna insatisfação, aliás perdoa-nos, amém! hehehe

    O problema é a sensação de impotência, incerteza e tédio... esse post abre pra uma discussão gigante no twitter, msn, ou na mesa de algum bar (mesmo pra mim que não bebo) hehehe

    Bom resto de semana, e como diria Caio F. "não há nada a ser esperado, nem desesperado" Bjooo

    ResponderExcluir
  5. Querida, feriado bom, quem me dera meu marido ser tranquilo, assim eu não precisaria ter vomitado ontem anti tanta cerveja e tequila! Beijoo Luna, te adc no orkut!

    ResponderExcluir
  6. Ei!
    é duro quando nada parece funcionar né? Nessas horas a gente tem que fazer isso mesmo: aumentar o som - com Janis ou Cat Power - contar com os amigos - mesmo que virtuais - e ter um pouco de paciência. Quando você menos esperar, o sol vai voltar a brilhar! É só vc não perder esse brilho todo!

    bjo mon chéri!
    :)

    ResponderExcluir
  7. ''eu não estou deprimida, estou apenas sem paciência pra solidão''.
    Puuutz, no meio disso tudo, essa frase me fez parar muito tempo. :)

    Hum, pior é que cansa mesmo e o pessoal fica dizendo que acomodados somos nos, mal sabem que tantas vezes a gente até INSISTE pra que algo aconteça.

    ResponderExcluir
  8. Oi querida Luna
    Tudo bem?
    Lindo aqui..de novo...amei.
    Que lay bacana...
    Posso te perguntar onde conseguistes este modelo?
    Do blogger?
    Ahh
    Sopa é chic sim..mas eu preferia um bifão!
    hahahahaha
    beijos lindona

    ResponderExcluir
  9. Voltei....
    "estou cansada de estar cansada de esperar o novo."
    Humm me identifiquei demais!
    Eu sou esta que cansa, cansa..e reclama!
    beijitos

    ResponderExcluir
  10. Coisa ingrata é tentar buscar consolo nos problemas alheios, porque é uma coisa que se justifica mas não resolve, quase como tapar o furo do cano com chiclete.

    Eita, vida louca!

    Beijo, beijo!

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  11. "A gente gasta tanto tempo tentando aprender tanta coisa dos livros que esquece que parar e observar é o melhor jeito de aprender." - http://victorlustosa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Eu não sou do tipo que fica pensando... "vou estudar mais, vou pensar mais, vou fazer mais...". Eu sou do tipo "deixa a vida me levar" só que com um pingo de responsablidade, sabe? rs

    beijooos!

    ResponderExcluir
  13. o novo sempre vem, a gente esperando ou não.

    ResponderExcluir
  14. Acho que estamos no mesmo ônibus! Andamos sonhando até as mesmas coisas! kkkkk
    Eu nunca pensei que aquelas ficadas de auto-afirmação eram bueiros de afeto. Gostei disso!
    Tb ando cansado. Próxima semana viajo a um congresso, vou ver se consigo acertar o eixo novamente.
    bjs e força!

    ResponderExcluir
  15. ah, quando eu crescer, quero escrever como você! *---*

    ResponderExcluir
  16. Como alguém que escreve com tanta paixão, dorme com um poodle?

    Luna, não se preocupe o amor vai te procurar. Criatividade você tem e se eu descobrir antes de você um meio de ficar rica, lhe falo. Prometo!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. - Luna, florzinha. Você exala amOr. É o que te faz sair da monotonia, da mesmice. O que te revigora!!!
    Que o NOVO chegue! E te vire do avesso. e brote o sorriso;)

    Beiijoooo'

    ResponderExcluir
  18. Já falei que gosto da forma com que você mistura línguas? Haha... Muito bom mesmo xD

    E sempre aparecem tempos de marasmo na vida da gente, né? Falta romance, novidade, tudo. Espero mesmo - e torço para - que isso passe o quanto antes, viu? ^^

    E, sério, hoje compartilho da sua opinião sobre a saga Crepúsculo (mesmo tendo lido toda a série). E quanto "A Hospedeira", ainda vou publicar uma "opinião formal" sobre a obra, mas, adiantando, é beeem diferente de qualquer outro livro.

    Óbvio que o estilo da autora não mudou e que ela fala muito de sentimento e tudo mais, mas pelo fato de o protagonista ser dois - ao mesmo tempo humano e invasor - faz com que a gente alterne compaixão com reseio, sabe? É uma experiência bem legal! Hehe

    Beijo e um ótimo resto de semana.
    Valeu por passar no meu blog ;D

    ResponderExcluir
  19. paciência e calma coisa qeu nos dias de hoje pouco temos ..como ela ou sem ela relaxar e go-zar se faz presente...

    ResponderExcluir
  20. Desculpa a quantidade de danças no seu blog,
    mas só pra constar que fico feliz de ser "útil"! Hehe

    Obrigado por suas ótimas visitas também.
    Beijo

    ResponderExcluir
  21. Aceito o convite para a dança,
    curti muito o texto.

    ResponderExcluir
  22. "o trabalho tá sem graça, e na esfera afetiva as coisas estão devagar quase batendo o motor né? haja paciência."

    lembrei do chaves: - Que coisa não?!?!

    ResponderExcluir

- me concede uma dança?

Baila Comigo está protegido por uma Licença Creative Commons. Credite.

Licença Creative Commons