9.12.2010

don't you turn your back on love

'desculpe o auê, eu não queria magoar você, foi ciúme sim'. 

baby, quando o assunto é você, eu não sei  agir como adulta sem drama, melhor, meu juízo vai pros pés, quando se trata de nós dois. ontem tu me telefonou cedo da noite pra dizer que me ama, e desligou antes que eu pudesse dizer 'eu também'. todas as minhas lágrimas ficaram engasgadas e eu quase sufoquei. pra aliviar a angústia, fui a procura de bares amigos,  e , obviamente, bebi até esquecer a definição de dignidade. até aí, nenhuma novidade. a novidade foi te encontrar à vontade, aos beijos e abraços, com qualquer-garota-qualquer. aí ja viu, crazy feelings ativar. perdi a cabeça totalmente. voltei pra casa encharcada de cerveja e com os olhos lavados de lágrimas com gosto de rímel, e agora, num momento total rêbordosa feelings  eu me pergunto: porque tu ainda me procura - e me acha - sempre que me perco propositadamente de ti? e porque eu sempre estou lá? porque tu não me dá  todo teu querer, e nem aceita o meu, que é tão teu, tão teu e tão teu? porque eu não entendo nada quando se trata de ti? cara, faz tanto tempo que tu desorganiza minha vida, que nem sei mais se estou sã. tu diz que se a gente for par, o amor vai se gastar. só que eu cansei desse amor maçã de raul seixas, e sonho com o dia que me livrarei da certeza histérica de te amar. cansei dos adjetivos insana-impulsiva-compulsiva-mané-cafona-romântica-banana, e se não for pra ficar, nem precisa voltar. 






 amor de todo dia e escovas de dentes juntas, is new black.

18 comentários:

  1. oi. você sempre me faz chorar.
    Luna? aceita um conselho? escreve um livro.
    dois. três. quatro. cinco.
    te considero uma das minhas melhores.

    e se a cabeça parar um pouco pra pensar..
    vai intender muita coisa. muitos textos. muitos nomes.. e algo em comum: esse amor que não é só prosa e verso. Não tem nada de poesia. é amor de verdade, e doi tanto quanto o tal.

    parabéns e beijos,
    força, @gabi_closet.

    ResponderExcluir
  2. Também fiquei com olhos cheios de lágrimas. Porque? Porque eu gosto tanto de você, que estou gritando: Não permita que ele volte para a sua vida. Ele não te merece. Não merece nem uma frase que sai de você.

    beijos, cherrie!

    ResponderExcluir
  3. to indo na onda ods comentários acima, posi tb me enchi de uma certa trsitez.a
    vc escreve ótimo.

    xeurh

    ResponderExcluir
  4. tem gente que só dá valor quando perde, talvez esse seja o caso dele .-.

    beijas, Lu :*

    ResponderExcluir
  5. ô fia... bom que você voltou.. e voltou tão melhor... tem gente que sai, e não deveria nunca voltar... vc nunca deveria sair... vida longa!

    ResponderExcluir
  6. Às vezes é preciso seguir em frente sem olhar pra trás. Quando os interesses são diversos, o amor não é suficiente, e amar sozinha nunca deu bons contos de fadas. Se Romeu tivesse continuado a sofrer por Rosália, jamais encontraria Julieta...
    Palavras lindas.
    Beijos :*

    ResponderExcluir
  7. "o que obviamente não presta sempre me interessou muito"
    lá no meu blog você comentou que tudo que você queria dizer, clarisse já disse. me permite comentar que esta frase me pareceu combinar também muito com você?
    querida, não te conheço e tão pouco conheço sua história, mas pude perceber seu talento com as palavras e isso te torna mais especial do que provavelmente já és. não se esqueça que coração apaixonado é bobo, e talvez seja mesmo hora de sofrer, mas aproveitando essa dor para crescer.
    beijos, boa semana

    ResponderExcluir
  8. Isso não é gostar, não da parte dele.
    E a gente não precisa ser gostada, se não quisermos não faz falta.

    ResponderExcluir
  9. Luna, essa música eu já dancei!

    Parece que a música não para de tocar nunca né? Enfim..

    Texto lindo!

    Bjos

    ResponderExcluir
  10. Amor e reciprocidade nem sempre são sinônimos. Já reparou, como o amargo da bebida é diferente quando não estamos felizes? (pelo menos pra mim)
    Os destilados não mudam, o que muda é nosso paladar, com as pessoas isso ocorre também. Invariavelmente, um dia, elas nos parecem menos saborosas, talveaz mais amargas do que gostariamos, ate perderem completamente o gosto.

    ps:gosto do teu blog,sempre que lembro venho ler. É um potinho de poesia, nessa vida desgostosa.

    ResponderExcluir
  11. ligouy pra dizer que te ama... e foi visto nos braços de outra qualquer... estranho né?
    Eu, vc sabe, to retornando agora pra um relacionamento. Tive que ficar um ano e meio longe pra enxergar o que estava acontecendo. e deu certo... ou ainda vai dar, sei lá... mas agora me sinto mais seguro e mais amado.
    quem sabe sumir e deixar sumir não é seu caso? se for pra ser, vai ser...
    bejo!

    ResponderExcluir
  12. há quem ame sem saber viver o amor. e permanece na superfície sempre, com medo de se afogar. amor afoga sim, conceitos, paz, estabilidade. mas dele nascem coisas indizíveis. difícil é explicar isso aos covardes.

    ResponderExcluir
  13. perguntinha: tudo que tu escreve tem um pouco/muito de realidade?

    muito bom!
    beijo

    ResponderExcluir
  14. Também eu tenho alguém que me magoa, mas me encontra quando procura. Na verdade, eu procuro. Sofrer. Nada mais.

    ResponderExcluir
  15. Ultimato NOW!

    Boa, Lu! Tem uma hora que cansa, mesmo. O limite tem que ser o nosso, sempre.

    Beijo, beijo.

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  16. ah, eu também cansei de alguns adjetivos, mas de romântica nunca... mesmo qndo não estou amando.
    [vai entender né?]
    bjs

    ResponderExcluir
  17. Ah esse amor que acaba com a nossa sanidade!!
    Bjss

    ResponderExcluir
  18. Esse texto é de Dezembro de 2010 e sim,estou lendo teu blog todo rsrs
    Eu vivi um "amor" assim.
    Eu dizia não querendo dizer SIM,ele ia embora e depois voltava com a cara de "Que saudades,nada aconteceu" e como eu sofri nesses quase 3 anos de "relacionamento" mas graças a Deus passou.

    ResponderExcluir

- me concede uma dança?

Baila Comigo está protegido por uma Licença Creative Commons. Credite.

Licença Creative Commons